Passagem da Estação Espacial Internacional poderá ser vista a olho nu em nossa região

ISS sobrevoará o Brasil alguns dias de dezembro.

Por Henrique Gandini (Itu - SP) 01/12/2017 - 09:48 hs
Foto: Divulgação/NASA
Passagem da Estação Espacial Internacional poderá ser vista a olho nu em nossa região
Estação Espacial Internacional viaja a cerca de 25.000 km/h.

Desde a madrugada da última sexta-feira (30), é possível ver, em regiões e horários determinados, a rápida passagem da Estação Espacial Internacional pelo Brasil.

A região de Itu, por exemplo, é favorável para vê-la até a próxima terça-feira, 5 de dezembro. No céu, a ISS se pareceria com a estrela mais brilhante, que aparece, se move em altíssima velocidade e depois desaparece.

Para vê-la não é necessário telescópio ou binóculo, basta olhar para o céu na hora e na direção correta — é possível encontrar a direção exata com ajuda de uma rosa dos ventos ou aplicativos móveis como "ISS Spotter", que usa a bússola do smartphone. A única exigência, é que o observador esteja em um local com pouca luminosidade e o céu sem nuvens.

A previsão é que as Estação Espacial passe por nossa região no sábado (2) às 4h50 e fique visível por cerca de três minutos. Ela deve aparecer a oés-sudoeste (WSW) e desaparecer a sul-sudeste (SSE) a uma altura máxima de 38º.

Já no domingo (3), deve ser possível observa-la às 4h. A previsão da agência espacial americana é que a ISS não fique visível por mais de 1 minuto. Ela deverá aparecer e desaparecer a sudeste (SE), não ultrapassando a altitude de 22º.

Na segunda-feira (4), a observação pode ocorrer às 4h43 quando a Estação deverá ficar visível por cerca de 2 minutos.  A previsão é que apareça a sudoeste (SW) e desapareça a sul-sudoeste (SSW), atingindo a altitude máxima de 14º.

Em sua última passagem, terça-feira (5), a ISS poderá ficar visível por menos de 1 minuto às 3h52. Ela deve atingir uma altitude máxima de 15º, aparecer a sul (S) e desaparecer a sul-sudoeste (SSE).